top of page
  • Foto do escritorDom Bosco Caragua

A adaptação do Técnico de Radiologia às novas tecnologias

A Radiologia tem as suas origens na Alemanha no ano de 1895 com a descoberta experimental dos raios X pelo físico Wilhelm Conrad Roentgen, teve um avanço surpreendente n


o decorrer da história e continua evoluindo, ao lado da tecnologia.

Com a evolução da tecnologia, a procura por diagnóstico de doenças e tratamentos realizados com o uso da radiação está crescendo e não há profissionais realmente capacitados no mercado em número suficiente para atender a toda essa demanda.

Observe: em um levantamento recente realizado pelo Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem (CBR), ficou demonstrado que a maioria dos profissionais brasileiros de radiologia, o que representa cerca de 62%, trabalham entre 8 e 12 horas diária, sendo que cerca de 7% desses profissionais excedem mais de 12 horas de trabalhos diários.

E você sabe por que as pessoas trabalham tanto? Porque a demanda por diagnósticos por imagem e tratamentos em hospitais, clínicas e centros especializados em radiologia vem aumentando a cada dia, no mesmo ritmo que a tecnologia avança.

Esses locais de atendimento procuram por técnicos de radiologia que estejam atualizados e capacitados para manejar os aparelhos e procedimentos radiológicos modernos.

Para que você entenda melhor como a área da Radiologia é promissora e como o técnico em radiologia deve se adaptar às novas tecnologias do mercado, nós elaboramos este artigo, com tudo o que você precisa saber sobre o assunto.

Fique com a gente até o final da leitura!


O que é a Radiologia?

A Radiologia é a área da medicina que aplica exames de raios X para diagnosticar doenças, acompanhar o desenvolvimento humano e realizar tratamentos de diversos tipos. Em todos os ramos da medicina (ortopedia, obstetrícia, oncologia, neurologia) a radiologia é uma ferramenta essencial nos tratamentos de saúde e na luta contra doenças graves como o câncer.

No Brasil, o registro do primeiro uso de raios X aconteceu em 1896 e, segundo a Sociedade Paulista de Radiologia e Diagnóstico por Imagem, as primeiras radiografias foram realizadas por três pesquisadores: Silva Ramos, em São Paulo, Francisco Pereira Neves no Rio e Alfredo Brito na Bahia, não sendo possível determinar com exatidão das datas.

Hoje em dia, e principalmente depois da pandemia do COVID-19, a área da radiologia só tem crescido e o profissional técnico em radiologia é hoje um profissional requisitado que pode ser aproveitado nas diversas áreas do diagnóstico e uso terapêutico.


As principais vertentes da Radiologia

A área da radiologia é um ramo da área da saúde que possui vários segmentos e vertentes, sendo utilizada em todas as áreas da medicina. Por ser considerado um método não invasivo, os exames radiológicos têm se tornado uma solicitação cada vez mais frequente por médicos e por este motivo a área da radiologia tem se ramificado e se tornado um campo fértil de trabalho e bastante promissor.

Observe na lista abaixo alguns exemplos dos diversos ramos da radiologia:

  • Raios X

  • Tomografia computadorizada

  • Mamografia

  • Densitometria óssea

  • Ressonância Magnética

  • Medicina nuclear

  • Radiologia odontológica


Radiologia x Tecnologia

No início, a radiologia permitiu que a medicina passasse a ter acesso ao interior dos corpos humanos e isso era realmente fantástico para a época. Desde então, a radiologia e a tecnologia caminham de mãos dadas, podemos até ousar dizer que a tecnologia é a ferramenta mais poderosa no ramo radiológico.

Conforme o tempo foi passando, com a chegada da tecnologia e dos computadores, tumores que antes podiam ser vistos em exames de raios X somente em estágios avançados (2cm e 5cm), hoje são detectados com menos de 1 milímetro.

E para o futuro, o uso de inteligência artificial é um tema que gera muita expectativa entre os profissionais do ramo.

Tecnologias de alta complexidade, o uso da combinação de diversas tecnologias, o armazenamento em nuvem e a integração de sistemas são apenas alguns exemplos do que esperar e para o que se preparar para seguir carreira no ramo da radiologia.


Avanços tecnológicos na Radiologia

As primeiras radiografias da história foram realizadas através da gravação de imagens em placas fotográficas de vidro, dá para imaginar o trabalho?

O próximo na evolução da radiologia aconteceu em 1918, quando George Eastman introduziu o filme, que substituiu as placas de vidro. Em 1946, a ressonância magnética foi descoberta pelos físicos Edward Purcell e Felix Bloch.

Foi no ano de 1961 que a primeira tomografia foi realizada e somente no ano de 1977 que a primeira ressonância magnética foi feita. Os avanços não param por ai!

Em 1991 temos a primeira ressonância magnética funcional do cérebro e os avanços não param por aqui. Hoje, as radiografias usam imagens digitais e tecnologia de arquivamento como PACS/MIMPS para gravar e armazenar tudo eletronicamente, em nuvem.


Novas tecnologias radiológicas

O uso da tecnologia e da inteligência artificial na radiologia não é mais o futuro, é o agora.

As clínicas, hospitais e centros de diagnóstico por imagem já estão fazendo uso de várias ferramentas e recursos tecnológicos, veja alguns exemplos:

  • Melhor detalhamento das imagens através do controle de ajustes nos contrastes e ampliação dessas imagens;

  • Armazenamento das imagens por meio de computação na nuvem e acesso remoto pela internet;

  • Compartilhamento das imagens digitalizadas com outros profissionais para auxiliar na tomada de decisão e diagnóstico;

  • Redução da dose de exposição dos pacientes à radiação, através de aprimoramentos dos aparelhos de radiação ionizante;

  • Mudanças nos processos, com eliminação de filmes radiográficos e reveladores químicos, o que torna o processo mais sustentável;

  • Redução do tempo entre realização do exame e obtenção do laudo;

  • Favorece o atendimento médico telepresencial; e,

  • Evolução dos métodos funcionais como a cintilografia para permitir a detecção de doenças ainda nas suas bases moleculares.


Enfim, a tecnologia possibilita ao ramo da radiologia um nível de detalhamento tão avançado como nunca se pôde imaginar e nós entendemos que isso só vai se acentuar conforme a Inteligência artificial avança.


Como se atualizar frente às tecnologias da radiologia?

O técnico radiologista que hoje está empregado tem de se atualizar para se adaptar às novas tecnologias que vão surgindo conforme o tempo passa e o que ainda pretende entrar nesse mercado precisa buscar as melhores formações, atualizadas com as mais recentes tecnologias.


O profissional técnico de radiologia que estiver atualizado com as mais recentes evoluções da área irá conquistar, sem sombra de dúvidas, as melhores vagas. Para isso, é preciso buscar as melhores capacitações.

E se a intenção for entrar para o próspero ramo da radiologia, é necessário buscar um bom curso técnico em radiologia, que capacita o profissional a operar equipamentos emissores de radiação ionizante, conforme o ramo e as normas nacionais e internacionais de segurança.


Nós, do Instituto Dom Bosco Saúde, somos uma das principais e mais tradicionais escolas técnicas da região e oferecemos cursos livres, técnicos e de especialização na área de enfermagem, estética e radiologia.

Nossos cursos possuem estrutura de ponta, com professores qualificados e laboratórios que te colocam em um nível de experiência real da prática do dia a dia da radiologia, ou seja, você aprende fazendo, experimentando.


Não perca mais tempo, inicie a sua capacitação e esteja preparado e/ou atualizado para o mercado de trabalho: conheça o Curso Técnico em Radiologia do Dom Bosco Saúde.


Comments


bottom of page