top of page
  • Foto do escritorDom Bosco Caragua

A chegada da Indústria 4.0 na área da saúde exige novas habilidades

A tecnologia avançou e é preciso entender que as habilidades necessárias para o profissional da atualidade devem acompanhar esta evolução.

Tecnologia 3D, robôs, automação de processos, uso de dados, tudo isso já faz parte da realidade da maioria das profissões, e na área da saúde não é diferente.

E não há motivo para pânico nestas afirmações, os empregos não vão acabar, como muitas pessoas pensam.

Não é preciso temer a tecnologia. O que vai acontecer, ou melhor, o que está acontecendo, é que os profissionais precisam se atualizar para se manterem no mercado de trabalho.

Para poder ser competitivo e se destacar no mercado de trabalho atual, o profissional precisa se qualificar, precisa deter as competências necessárias para poder saber usar as poderosas ferramentas da tecnologia.

Quer saber mais sobre as habilidades esperadas dos profissionais da saúde com a chegada da Indústria 4.0?


Fique conosco até o final da leitura e aproveite.


Entenda primeiro o conceito da Indústria 4.0

Entende-se por Indústria 4.0 o uso da automação e múltiplas tecnologias e ferramentas tecnológicas como a inteligência artificial, a robótica, a internet das coisas e a computação em nuvem para a realização de atividades.

É a substituição da força de trabalho humana, que passa para o outro lado do jogo, devendo saber operar e tirar o melhor proveito da tecnologia.

A Indústria 4.0 valoriza o capital humano como agente crítico e competente para operar as ferramentas tecnológicas, analisar os dados e ter insights, dar soluções para as questões.

De um outro lado, a tecnologia substitui o trabalho sistematizado, que antes era realizado por pessoas, diminuindo erros, reduzindo custos e melhorando a experiência do cliente e da qualidade do serviço prestado.


Indústria 4.0 e a área da saúde

Podemos dizer que a 4ª Revolução industrial, como também é chamada a revolução 4.0, proporcionou a aplicação da tecnologia no aprimoramento dos diagnósticos e tratamentos inovadores, no acompanhamento dos pacientes, bem como no uso e interpretação de dados.

A tecnologia e a indústria 4.0 devem ser vistas como poderosas aliadas na área da saúde e o uso de tecnologias inovadoras impactam positivamente a experiência do paciente, melhores resultados dos tratamentos e maior autonomia dos profissionais, que precisam desenvolver novas soft skills para lidar com toda essa mudança.

Veja, na prática, como os conceitos tecnológicos são aplicados na área da saúde:

  • Big Data - a revolução da gestão hospitalar através de prontuários eletrônicos, automatização de processos através de ERP 's, análise de dados para resolução de problemas.

  • Telemedicina - possibilita o monitoramento de pacientes, a troca de informações médicas e análises de tratamentos com mais facilidade e um acesso rápido e seguro às informações do paciente.

  • Impressoras 3D - produz implantes, próteses, medicamentos perfeitos e altamente tecnológicos.

  • Internet das Coisas (IoT) - é a integração de dispositivos médicos a uma rede de comunicação, onde há a troca e coleta de informação e de dados.

  • 5G - possibilita realizar procedimentos à distância, até mesmo cirurgias e também a realização de diagnósticos à distância.

Existem muitas outras possibilidades tecnológicas como a manufatura aditiva, a realidade aumentada, a simulação e a cibersegurança, o céu é limite quando se trata de tecnologia aplicada na saúde, que avança mais a cada dia.

Nesse raciocínio, compreendemos a importância da preparação do profissional da saúde de hoje e, principalmente, do futuro, em se especializar.


Profissional 4.0

A tecnologia mudou a forma como as pessoas se relacionam, vivem e trabalham e, para estar preparado para essa nova realidade, o profissional 4.0 precisa de capacitar.

O profissional 4.0 precisa estar apto e ser capaz de operar as ferramentas tecnológicas, mas também precisa possuir habilidades comportamentais, chamadas de Soft Skills.

A maioria das atividades repetitivas, que antes eram feitas por pessoas, foram ou serão substituídas por computadores e inteligência artificial, o que libera o capital humano para tarefas mais importantes como insights e tomadas de decisões.

O profissional 4.0 nunca será substituído pela tecnologia, é preciso entender isso e se preparar para poder operar e saber fazer uso de toda a facilidade que a tecnologia proporciona.


Saúde 4.0 no Brasil

No Brasil, a saúde 4.0 tem dado seus passos e promete sofrer um avanço considerável com a chegada da tecnologia 5G.

A verdade é que a pandemia acelerou e esse processo e o desenvolvimento da Indústria 4.0 no Brasil envolve vários desafios, desde investimentos em maquinários e equipamentos, adaptação de layouts, capacitação de pessoas e muitos outros.


Algumas habilidades

Para estar preparado para disputar as melhores vagas no mercado de trabalho da área da saúde, além de ter habilidades tecnológicas é também preciso ter :

  • Boa comunicação

  • Mentalidade digital

  • Habilidades de gestão

  • Ser resolutivo

  • Saber trabalhar em equipe

  • Ter pensamento crítico

  • Entender de gestão de pessoas

  • Possuir uma aprendizagem ativa são as habilidades valorizadas para o profissional de qualquer área, principalmente da saúde.


Não há como fugir, se você trabalha ou pretende trabalhar na área da saúde, é preciso se atualizar e buscar as melhores formações, só assim é possível estar preparado para essa revolução, que está apenas no começo.

O Instituto Dom Bosco, com a missão de promover o desenvolvimento profissional através da educação para realizar sonhos, possui os melhores cursos (técnicos, livre e de especialização e qualificação) na área da saúde nas modalidades presencial e híbrido.

Realize os seus sonhos, acesse o nosso site e conheça os nossos cursos disponíveis.


Comments


bottom of page