top of page
  • Foto do escritorDom Bosco Caragua

Cursos Técnicos e o mercado de trabalho na área da saúde

Os cursos técnicos na área de saúde ganham cada vez mais visibilidade. Afinal, o mercado de trabalho nunca esteve tão aberto para receber esses profissionais quanto agora. O motivo por trás desse fenômeno está relacionado à procura da população por maior qualidade de vida e bem-estar.

Com maior demanda pelos cuidados de saúde, os sistemas públicos e privados anseiam por profissionais, não somente para quem tem nível superior, mas também, principalmente, para os técnicos. Por falar nisso… Você já pensou em fazer um curso técnico na área da saúde?

A seguir, confira mais sobre essa formação, quais cursos estão em alta, como está o mercado de trabalho e por que você deve considerar fazer um curso técnico em saúde!

O que é e para que serve um curso técnico?


Para começar, vale a pena saber o que é e para que serve um curso técnico. Na prática, ele é um programa nível médio cujo objetivo é capacitar o aluno para exercer atividades relacionadas à profissão estudada. Além disso, existem opções que não demandam a conclusão do ensino médio e, assim, é possível cursar os dois juntos.

Para isso, o curso técnico apresenta disciplinas teóricas e práticas mais objetivas. Ou seja, o seu conteúdo é enxuto, porém direto. Assim, o profissional pode ingressar no mercado de trabalho mais rapidamente do que ao cursar uma faculdade, por exemplo.


Quais são os principais cursos técnicos da área da saúde?


Agora que você já sabe o que é um curso técnico, é o momento de conhecer os principais cursos da área da saúde. A verdade é que existem diversas possibilidades, porém, atualmente, 3 áreas se destacam. Veja!


Técnico em Enfermagem

O curso técnico em Enfermagem forma profissionais que ajudam a equipe de enfermagem em diversas frentes. Assim, ele prepara o estudante para exercer atividades correspondentes à profissão, como triagem, atendimentos rápidos, tratamento de ferimentos, coleta de sangue, etc.

O técnico em enfermagem pode atuar em hospitais, clínicas, consultórios médicos, postos de saúde, laboratórios de análises clínicas, unidades de diagnóstico, centros de recuperação, casas de repouso, asilos e creches. Há também a possibilidade de prestar atendimentos em domicílio, cuidando de pacientes que necessitam de cuidados em suas casas.

Outro ponto importante é que o profissional pode fazer cursos de qualificação para trabalhar em áreas mais específicas como Enfermagem do Trabalho, Saúde da Criança e do Adolescente, Instrumentação Cirúrgica, dentre outras.


Técnico em Radiologia

Outro curso técnico com bastante visibilidade é o de Radiologia, que habilita o aluno para operar e preparar equipamentos radiográficos para exames em pacientes, como:

  • mamografia;

  • radiografia convencional;

  • ressonância magnética e tomografia;

  • radiologia odontológica, entre outros.

Nesse contexto, o profissional é responsável por preparar o paciente e realizar o manuseio do equipamento e das soluções químicas necessárias para a realização dos exames. Pode ser contratado para fazer diagnósticos por imagem em instituições da área da saúde, como clínicas, inclusive veterinárias, hospitais, laboratórios, unidades básicas, entre outros.


Técnico em Estética

O curso técnico em Estética é voltado para quem deseja trabalhar com beleza e bem-estar das pessoas. Durante as aulas, o aluno aprende a analisar, estudar o caso, indicar e realizar procedimentos estéticos no cabelo, na pele, no rosto e no corpo. Ou seja, é o profissional apto a realizar diversos tratamentos de beleza.

Assim, ao se formar, ele é apto a atuar como depilador, massagista, fazer limpeza de pele, drenagem linfática, design de sobrancelhas, maquiagem avançada, trabalhar em clínicas, salões de beleza e tantos outros.


Como está o mercado de trabalho para quem atua como técnico na área da saúde?

Agora que você já conhece os cursos técnicos de saúde que merecem destaque, é o momento de descobrir como está o mercado de trabalho. Como dissemos, as pessoas estão buscando por mais qualidade de vida, saúde e bem-estar.

Um dos motivos dessa busca foi a pandemia do novo coronavírus. Afinal, com o risco iminente de morte por conta do vírus, as pessoas ficaram com receio. Assim, muitas delas passaram a cuidar mais da saúde, fazendo check-ups regularmente e adotando hábitos mais saudáveis. Com isso, o mercado de trabalho para os profissionais de saúde teve um aumento na demanda, o que inclui os profissionais do nível técnico.


Por que fazer um curso técnico na área da saúde?

Após conhecer o mercado de trabalho, você pode ter curiosidade para saber as vantagens de fazer um curso técnico na área da saúde. A seguir, 3 motivos para ingressar nessa área:

  • formação mais rápida: de modo geral, os cursos técnicos têm duração de 2 anos, ou seja, metade do tempo de uma faculdade. Assim, eles são ideais para quem deseja entrar logo no mercado de trabalho;

  • mensalidade mais acessível: por ter um tempo de duração menor e uma estrutura mais enxuta, os cursos técnicos costumam ter um valor mensal mais acessível, facilitando o ingresso do aluno;

  • aceitação no mercado de trabalho: como você viu, o mercado de trabalho para técnicos da área de saúde é amplo, o que permite encontrar boas oportunidades de emprego.


Ao longo deste post, foi possível descobrir o que são os cursos técnicos na área da saúde e como está o mercado de trabalho. Agora, você pode escolher o curso que mais tem a ver com a sua vocação e ter uma carreira de sucesso!


Quer saber onde fazer um curso técnico na área da saúde com o melhor ensino e suporte? No Instituto Dom Bosco Saúde! Acesse o site e descubra os cursos disponíveis!

Comments


bottom of page