top of page
  • Foto do escritorDom Bosco Caragua

Você sabe a diferença entre a atuação do técnico e do auxiliar em enfermagem?

Quem tem interesse em seguir carreira na área de enfermagem, deve estar bem informado sobre as possibilidades de atuação no setor. Afinal, existem diversas oportunidades em graus de instrução e ocupações diferentes.

Nesse caso, além do enfermeiro, que é o bacharel em Enfermagem, há o técnico e o auxiliar. Pensando nisso, você sabe quais são as diferenças entre esses dois profissionais? Entender as distinções entre essas ocupações é fundamental para se decidir em qual delas você deseja atuar.

Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura e confira!


O que faz o auxiliar de enfermagem?

Antes de saber a diferença entre a atuação do auxiliar e do técnico de enfermagem, é importante ter em mente o que faz cada um desses profissionais, a começar pelo primeiro. O auxiliar de enfermagem é formado em um curso profissionalizante, que tem duração de 15 meses, em média.

Além disso, há cursos de Auxiliar e Técnico de Enfermagem que permitem que o aluno exerça as funções de auxiliar ao final do primeiro ano, e na conclusão do curso, o profissional se torna um técnico de enfermagem.

Entre as principais funções do auxiliar estão os cuidados diretos aos pacientes, como:

  • aplicação de vacinas;

  • realização da higiene;

  • realização de curativos;

  • preparação para consultas e exames;

  • verificação dos sinais vitais;

  • preparação e administração de medicamentos;

  • oferta de alimentação;

  • promoção de conforto.

O profissional também pode fazer a parte administrativa, efetuando registros e relatórios de ocorrências. Ademais, o auxiliar faz a limpeza, a desinfecção, a esterilização, o armazenamento e a distribuição de materiais e equipamentos.

Vale saber que a atuação do auxiliar é realizada sob a supervisão de um médico ou enfermeiro.


O que faz o técnico em enfermagem?

Agora que você já sabe o que faz um auxiliar de enfermagem, é o momento de descobrir como atua o técnico. Como pode-se imaginar, esse profissional se forma a nível técnico em um curso que tem duração de 25 meses.

Além das atividades que um auxiliar faz, o técnico pode atuar em tarefas mais complexas, cuidando de pacientes em quadros de média e alta complexidade, além de pós-operatórios. Ele também pode executar atividades em unidades de tratamento intensivo e centros cirúrgicos. Nesse caso, deve ter a supervisão de um enfermeiro ou médico.

Outra atuação do técnico de enfermagem é na prevenção de acidentes e doenças do trabalho. Portanto, eles são requisitados em empresas para fazer parte dos programas de higiene e segurança do trabalho.


Qual é a diferença entre o técnico e o auxiliar de enfermagem?

Você acabou de aprender a atuação do auxiliar e do técnico de enfermagem. Assim, foi possível notar algumas diferenças entre as profissões. No entanto, é preciso reforçar essas distinções para que você tenha uma visão clara sobre cada uma delas, antes de se decidir pela carreira.

A principal diferença entre o técnico e o auxiliar de enfermagem é o grau de escolaridade oferecido pelo curso. Enquanto o primeiro é técnico de nível médio, o segundo é profissionalizante e, por isso, tem duração menor que o outro.

Por esse motivo, a atuação deles se difere na complexidade dos casos em que cada um pode alçar. O auxiliar atende quadros mais estabilizados e de cuidados de saúde mais básicos. Enquanto isso, o técnico é capacitado para atender pacientes mais graves e que requerem atenção especial.

Ambos os cursos são interessantes para pessoas que desejam seguir carreira na área da enfermagem e ingressar rapidamente no mercado de trabalho.

Como você viu, o auxiliar e o técnico de enfermagem apresentam graus de instrução e atuação diferentes. Assim, essas informações podem ajudar você a entender qual dessas carreiras é mais interessante para a sua vida profissional!

Você já entendeu que a enfermagem é a área que gostaria de atuar? Aproveite que está por aqui e conheça o curso de Auxiliar e Técnico em Enfermagem da Dom Bosco.


Comments


bottom of page