top of page
  • Foto do escritorDom Bosco Caragua

Qual a importância da qualificação no mercado de trabalho?

Em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, é necessário buscar por ensino profissionalizante, seja em curso técnico, livre ou de qualificação. Assim, é possível encontrar boas oportunidades e realizar o desejo de ter uma carreira profissional bem-sucedida.

Se você ainda não entrou no mercado de trabalho ou está com dificuldades para se encaixar em um cargo que te traga satisfação profissional, esse é o momento de descobrir a importância da qualificação! Para isso, basta continuar a leitura.

Vamos lá?

Qual é a diferença entre curso técnico, curso livre e de qualificação?

Antes de saber a importância da qualificação profissional, é interessante compreender a diferença entre os cursos técnicos, livres e de qualificação.

A seguir, saiba mais sobre cada um deles!

Curso técnico

O curso técnico tem nível médio e seu objetivo é preparar o estudante para o mercado de trabalho em alguma especialidade. Como ele tem curta duração, geralmente 2 anos, é uma alternativa à graduação, pois o aluno pode começar a atuar mais rapidamente.

Embora o processo seletivo não seja obrigatório para fazer um curso técnico, assim como é na faculdade, tem-se outra exigência: o reconhecimento pelo Ministério da Educação (MEC). Assim, é uma garantia de que esse curso tem um órgão que confere a qualidade do ensino e o conteúdo a ser estudado.

Curso livre

O curso livre tem como propósito fornecer mais conhecimento ao aluno e, também, ser uma atualização profissional. Assim, ao contrário do curso técnico, ele não forma o aluno, mas sim amplia as suas capacidades e aprendizados.

Esse tipo de curso não precisa da regulamentação do MEC, podendo ser distribuído por qualquer entidade de ensino, órgão público ou, até mesmo, empresa privada. Além disso, a sua carga horária é bem menor, geralmente, apresenta até 200 horas de duração.

Curso de qualificação profissional

Os cursos de qualificação profissional são aqueles voltados para quem já tem uma formação profissional e deseja adquirir uma especialização em uma área. Por exemplo, um técnico de Enfermagem pode fazer um curso de qualificação em Instrumentação Cirúrgica.

Geralmente, a carga horária é curta, apresentando duração de alguns meses. Sendo, então, uma importante ferramenta para complementar o currículo e conseguir novas oportunidades.

Para quem os cursos são indicados?

Os tipos de cursos destacados apresentam diversas indicações.

Os cursos técnicos, por exemplo, podem ser interessantes para quem está no ensino médio, prestes a concluí-lo ou já se formou e deseja entrar logo no mercado de trabalho. Além disso, ele pode servir para os profissionais que querem mudar de carreira, mas não têm tempo ou não pretendem cursar uma faculdade no momento.

Os cursos livres, por sua vez, dão uma maior liberdade, sendo indicados para qualquer pessoa que queira adquirir um aprendizado específico — por exemplo, aprender a utilizar Excel, costurar, fazer bolos para vender, dentre outros. Ou ainda, eles podem ser interessantes para alunos de graduação que precisam de atividades extras para concluir o curso.

Por fim, os cursos de qualificação são indicados para pessoas que querem atuar em áreas mais específicas ou que devem se adequar às novas demandas do mercado de trabalho ou mudanças específicas de legislações.

Qual é a importância da qualificação no mercado de trabalho?

Agora que você já sabe a diferença entre os cursos e as suas indicações, é o momento de descobrir a importância da qualificação no mercado de trabalho. Como visto, todos esses cursos, independentemente do ensino, preparam ou aperfeiçoam o aluno para o mercado de trabalho.

Tendo em vista que as vagas de emprego estão cada vez mais concorridas e as empresas mais exigentes, é importante ter um diferencial dos concorrentes. Nesse caso, o conhecimento, a experiência e a educação continuada sempre serão qualidades buscadas pelas organizações nos mais variados tipos de profissionais.

Portanto, quem deseja alcançar melhores posições no trabalho, uma carreira bem sucedida e com remuneração acima da média, deve ampliar seus horizontes por meio desses cursos.

Na sequência, confira 7 vantagens de buscar qualificação profissional a partir de uma destas modalidades de cursos (técnico, livre ou qualificação):

  • obtenção de conhecimento: a educação é um bem que ninguém pode nos tirar. Ao buscar por esses cursos, você adquire conhecimentos que levará para toda a vida e que serão sempre úteis;

  • atualização do currículo: o mundo é muito dinâmico e estar atualizado com as técnicas mais modernas e a demanda do mercado é fundamental para se destacar;

  • melhora da perspectiva de carreira: um currículo atualizado com o que o mercado pede pode proporcionar uma melhor perspectiva da carreira, já que ele abre melhores oportunidades;

  • melhor custo-benefício: esses cursos são mais acessíveis e com curta duração em relação a uma faculdade. Por isso, no geral, eles apresentam um ótimo custo-benefício;

  • flexibilidade de horários: geralmente, esses cursos têm horários mais flexíveis, o que permite trabalhar e estudar ao mesmo tempo;

  • aprendizado na prática: por conta da grade ser mais enxuta e objetiva, esses cursos focam os ensinamentos da prática, proporcionando maior conhecimento para atuação;

  • maiores oportunidades: com um currículo mais completo e atualizado, você tem melhores oportunidades no mercado de trabalho.

Neste post, foi possível aprender as diferenças entre os cursos técnicos, livres e de qualificação. Agora, você pode decidir qual deles é o ideal para ter um currículo de destaque e alcançar ótimas posições no mercado de trabalho.


Você é da área da saúde ou se interessa em ingressar nesse mercado? Quer se qualificar e ainda não decidiu qual área seguir? Aproveite que está por aqui e confira os cursos disponíveis na Dom Bosco!

Comments


bottom of page